sonhe. veja. inspire-se. repita.
Blog oficial de viagem da Norwegian

Nada complementa um cruzeiro no Alasca como uma visita a Vancouver. Considerada uma das cidades mais lindas do mundo, uma estadia em Vancouver deve estar praticamente no topo da lista de coisas para fazer antes de morrer de qualquer viajante do mundo. Com diversas atividades e atrações ao ar livre, é um ótimo lugar para esticar as pernas antes ou depois de uma aventura no Alasca. Como se você precisasse de mais motivos para se convencer, montamos uma lista com as melhores coisas para ver e fazer em Vancouver.

Parque Stanley

A joia da coroa de Vancouver é o belo Parque Stanley. Um dos maiores parques da América do Norte, o Stanley tem mais de 16 milhas de trilhas ao longo de um deslumbrante litoral e de majestosas florestas. Os moradores adoram o Seawall de cinco milhas, que separa o parque do oceano e permite fazer caminhadas e andar de bicicleta. Desfrute um passeio de carruagem puxada por cavalos e visite o parque. Outros destaques incluem a estrada de ferro em miniatura, a vila de totens e o Aquário de Vancouver, lar de golfinhos, baleias-brancas, focas, leões marinhos, lontras e muito mais. Passeio pelo parque após o pôr do sol para ouvir a Nine O'clock Gun, um canhão que é disparado todas as noites às 9:00 desde 1898.

Seawall no Parque Stanley

Comunidade de artesãos de Granville Island

Ótima para passear, fazer compras ou ver as pessoas, a Granville Island é uma comunidade de artesãos no coração de Vancouver. Restaurantes, galerias de arte, estúdios, lojas... você pode passar o dia inteiro andando por lá nas pitorescas ruas de paralelepípedos. Suba a bordo para um passeio de barco saindo do porto e não deixe de visitar o famoso Mercado Público, confira as barracas de frutas, carnes, queijos e itens artesanais.

Museu de Antropologia

O Museu de Antropologia é considerado um dos melhores do gênero no mundo. Aprenda um pouco mais sobre as culturas indígenas do noroeste do Pacífico por meio da grande coleção de totens e outros artefatos. As exposições também incluem obras do Pacífico Sul, África, China e muito mais.

Jardim Botânico VanDusen

Explore mais de 50 acres de flora de todo o mundo, representando ecossistemas do tropical ao ártico, no Jardim Botânico VanDusen. De gramados a bosques e cinco lagos diferentes, passeie por todos os tipos de terreno em busca do que estiver florescendo na estação. O jardim também tem uma coleção de esculturas de pedra e um labirinto em estilo elizabetano.

Jardim Botânico VanDusen

Pegue o Skyride para a Montanha Grouse

Suba no Skyride, o maior sistema de teleférico da América do Norte, e vá até o topo da Montanha Grouse para ter uma vista deslumbrante de Vancouver. As atividades no topo da montanha incluem caminhadas no verão e esqui no inverno.

Ponte Suspensa Capilano

Aqueles que gostam de uma dose de adrenalina podem desbravar a ponte suspensa de Capilano. Com 450 pés por um desfiladeiro e 230 pés acima do rio Capilano, a passarela foi construída originalmente em 1889. Não se preocupe, pois a manutenção foi feita ao longo dos anos. Ou experimente a Treetops Adventure do parque, um caminho 100 pés acima do chão da floresta, que permite a você ficar cara a cara com Douglas, a árvore de 1,300 anos.

Ponte Suspensa Capilano

O premiado jardim chinês clássico Dr. Sun Yat-Sen

Viaje no tempo até o século 15 na China, no jardim chinês clássico Dr. Sun Yat-Sen. Considerado o "Melhor jardim de cidade do mundo" pela National Geographic, o parque é uma lembrança do tempo da Dinastia Ming, quando os jardins eram projetados para alcançar a harmonia dos quatro elementos: rocha, água, plantas e arquitetura. Cinquenta e dois mestres artesãos viajaram de Suzhou, China, em 1985 para construir o jardim. Rochas e plantas, entre elas bambu e ameixeira que só florescem no inverno, foram importados da China. O arranjo assimétrico das rochas e das plantas representa o equilíbrio perfeito do yin e do yang. O resultado é um paraíso de paz.